UEMS TECH

Comprovação: Sucuri de Bonito não foi baleada e morreu de causa natural

Perícia realizada pela Polícia Científica de Mato Grosso do Sul confirmou que a sucuri encontrada morta e boiando por guias turísticos no rio Formoso, em Bonito, morreu de causas naturais.

Por Panoramams em 01/04/2024 às 13:59:23

Perita criminal e veterinária, Maristela realizou incisões no corpo do animal para uma análise mais detalhada e algumas hemorragias internas foram encontradas, porém, devido ao adiantado estado de decomposição da sucuri, não foi possível precisar a existência ou não de alguma patologia.

“Nós realizamos exames minuciosos em toda a pele do animal e foram encontradas apenas alguns arranhões não recentes na cabeça, o que é muito comum em sucuris que são animais predadores”, lembrou Maristela.

Exames complementares

Restos mortais da cobra foram trazidos para o Instituto de Criminalística em Campo Grande, para que exames complementares fossem feitos, entre eles os de imagens.

“Nós realizamos exames por raio-x na cobra, que poderia indicar projéteis alojados ou quebramento de ossos, mas nada foi encontrado e descartamos efetivamente morte violenta ou por causas externas”, garante Emerson.

Diante de todo o cenário, o Instituto de Criminalística aponta que a morte da sucuri de Bonito foi provocada por causas naturais. “Ela não foi acometida por uma morte violenta e diante disso resta como causa natural a morte desse animal”, finalizou o Diretor do Instituto de Criminalística.

Comprovação: Sucuri de Bonito não foi baleada e morreu de causa natural
Comprovação: Sucuri de Bonito não foi baleada e morreu de causa natural
Comprovação: Sucuri de Bonito não foi baleada e morreu de causa natural

Fotos: Divulgação/Polícia Científica

Comunicar erro
Rebanho

ComentĂĄrios

compushop